Para acomodar copos, toalhas, jogos americanos, talheres e louças do morador, os arquitetos Márcia Batistelli de Mello e Eduardo Batistelli e a decoradora Verena Martins Ferreira criaram armários na sala de jantar: um de cada lado. Eles escolheram espelhos para revestir a frente das portas a fim de disfarçar a existência dos móveis. “Não fica bacana armário na sala de jantar”, afirma Márcia. Entre os dois volumes, o trio aproveitou para encaixar o aparador.

Como não há puxadores, o armário se abre com um toque dos dedos – é o chamado sistema fecho de toque. Neste, são guardados os copos e, nas gavetas, talheres, bandejas, toalhas e jogos americanos. No outro armário, só há prateleiras para as louças.

Fonte: Casa e Jardim nº 638, março de 2008.

2017-08-11T18:26:45+00:00